Deadly Little Secret by Laurie Faria Stolarz

- 0 comentários
Título: Deadly Little Secret (Touch Series #1)
Autor: Laurie Faria Stolarz (Mesma autora da série Azul é Para Pesadelos)
Editora: Hyperion
288 Páginas
Onde Comprar:
Livraria Cultura | Amazon | Bookdepository
Classificação: 
Alguns segredos não devem ser mantidos... Até três meses atrás, tudo na vida de Camelia, de dezesseis anos, tinha sido bastante comum: as qualidades dignas; uma relação bem com seus pais e um trabalho muito legal a tempo parcial no centro de estúdio de arte. Mas quando Ben, o cara misterioso novo, inicia o ano júnior em sua escola, a vida Camelia torna-se tudo menos normal.Rumores de ser de algum modo responsável pela morte acidental de sua ex-namorada, Ben é imediatamente banido por todos no campus. Exceto por Camelia. Ela está relutante em acreditar nos rumores, mesmo quando seus amigos tentam convencê-la de outra forma. Ela é inexplicavelmente atraída pelo Ben... e ao seu toque. Mas logo, Camelia está recebendo telefonemas misteriosos e estranhos pacotes com notas ameaçadoras. Ben insiste que ela está em perigo, e que ele pode ajudar - mas ele pode ser confiável? Ela sabe que ele está escondendo alguma coisa... mas ele não é o único com um segredo.
Deadly Little Secret é um livro com um tema diferente, que aborda a psicometria. Que pode-se saber o futuro ou até mesmo o passado através do toque e ainda, esse poder não é válido apenas tocando pessoas, mas também objetos.

O livro é bem Jovem Adulto, tudo começa no estacionamento quando a Camelia teve o quase-atropelamento, mas foi salva. O garoto novo do colégio tem um passado obscuro e todos o culpam pelo passado, mesmo que ele não foi totalmente culpado pela morte de sua namorada, Julie.
Eu estava meia que relutante com o livro no início, pelo fato de não estar acontecendo nada interessante, mas o livro é bem diferente. O livro é narrado pela Camelia, mas há alguns capítulos que é narrado pelo carinha que estava vigiando-a.

Eu fiquei fula da vida com o final, pelo fato da Laurie fazer um enorme suspense e quando eu estava lá, no fim do livro, descubro algo que eu totalmente não esperava. O carinha que eu pensei que estava perseguindo a Camelia, no fim das contas era outro. Um personagem que eu não esperava disso dele.

Esse é um daqueles livros que o mocinho da história não fica com a mocinha, o que é bastante diferente e ao mesmo tempo - pelo menos pra mim - é reconfortante, pelo fato de estar saindo da rotina de sempre.

O livro está recebendo 4 estrelas, pelo fato do final ser um pouco confuso, mas nada que atrapalhe, aliás, a confusão toda pode acabar com o segundo livro da série Deadly Little Lies. Esse foi um livro que li em apenas um dia, sabe, não conseguia parar de ler, me surpreendi. Recomendo para todos que querem uma experiência literária diferente. E, gente, cá entre nós, a capa é absolutamente linda, não é?

Booktrailer:

Revealers by Amanda Marrone

- 0 comentários
Título: Revealers
Autor: Amanda Marrone
Editora: Simon Pulse
240 Páginas
Onde Comprar:
Livraria Cultura | Amazon | Bookdepository
Classificação: 
Jules, Dani, Zahara, Margo e Sascha são cinco adolescentes típicas. Exceto pelo fato de que gastam suas noites capturando e eliminando vampiros, lobisomens, fantasmas e demônios, tudo em nome de sua seita. Tem sido uma responsabilidade transmitida de mãe para filha há gerações. Jules está tentando fazer mudanças no funcionamento das coisas, mas cada vez se sente um pouco cansada com as regras aparentemente excessivas e regulamentos que parece não ter muita influência no trabalho duro. E se pergunta por que é que com a caça tornou-se tão ocupada nos últimos meses. Suas suspeitas começam quando Margo se torna a primeira do grupo, que comemora seu décimo oitavo aniversário, tornando-a uma participante dos segredos do funcionamento interno do Coven. Depois da cerimônia, Margo se converte em um Bossier que nunca se apega a cerimônia nem às tradições mais rigorosas. Mas ela não disse exatamente isso, e Jules não pode deixar de notar que ela, inclusive com sua aparência, dá medo. E quando Sascha quase chega a seu décimo oitavo aniversário, pouco antes de tornar-se dependente de álcool, ela sabe que há algo errado em andamento e está decidida a descobrir o segredo antes de seu aniversário.
Eu posso dizer que comecei a ler esse livro por causa da capa. A capa é super linda e uma coisa que também me fez ler esse livro foi a frase "Você é uma bruxa boa... ou uma bruxa má?".

Sabe, todo início de livro é meio complicado para se entender, mas esse livro foi um pouco diferente. Tudo bem que não comecei já sabendo de tudo e tal, mas comecei a entender todas as coisas presentes na primeira página em pouquíssimo tempo. O livro é sobre bruxas, mas bruxas diferentes. Muito diferente de muitos livros sobre bruxas que eu já li. Bruxas que caçam. Esse é o diferencial do livro, é mais ou menos um Supernatural sem Dean e Sammy, mas as caçadoras são Jules e suas amigas: Dani, Zahara, Sascha e Margo. Jules gosta do Connor, um amor proibido.

O livro todo fala sobre a iniciação de suas amigas (que só acontece quando completa-se 18 anos), primeiro Margo faz sua iniciação no Coven, e claro, há coisas que foi lhe dito no Coven que não pode ser partilhado com suas amigas que ainda não iniciaram, pelo fato de "elas só estarão prontas quando atingir a idade adulta".

Eu amei o livro, as caças. A personalidade da Jules (já que o livro é contado no ponto de vista dela) não me irritou. Ela é bem calma, mas ela se esforça o suficiente para conseguir o que deseja. O final foi super imprevisível. Eu tinha imaginado que aconteceria uma coisa, mas me surpreendi por ter acontecido outra. Eu acho que na situação que ela estava, eu ficaria com medo e sairia correndo. Helena (mãe do Connor) mereceu tudo o que lhe aconteceu no final.

O livro certamente merece 5 stars pelo fato de em momento algum ele ser um daqueles livros cansativos, que ficam horas só na mesma cena. A autora soube bem contar a história, não a tornando cliché. Mais um ponto positivo foi a ótima estrutura construída, tudo se encaixou perfeitamente, e todas as minhas dúvidas acerca foram respondidas antes mesmo na última página. Vale a pena ler, eu recomendo pra aqueles que gostam de livros de bruxas (e que também gosta de Supernatural). Tudo o que eu esperava do livro aconteceu, e isso foi bastante gratificante.

Vale a pena ler #3

- 0 comentários
Twitter Orkut Facebook Digg Favorites Mais
Sei que há muito que não posto essa coluna aqui, e que obviamente ela é pra ser postada todas as sextas, mas vou torná-la diferente. A partir de hoje, a coluna Vale a Pena Ler será postada nas terças e a Livros que Deram Certo nas sextas, pelo simples fato que o LQDC precisa de organizar informações, pesquisas e afins, já o VPL é mais simples de fazer.

Vale a Pena Ler é uma coluna onde faço indicação de diversos livros, independente do gênero literário, porém especificamente para o público YA. Essa coluna é publicada todas as terças-feiras e a cada semana irei alternando entre Literatura Estrangeira e Literatura Nacional.

  
 Glimmerglass Faeriewalker #1 by Jenna Black
Revealers by Amanda Marrone
The Lying Game #1 by Sara Shepard

  
Firelight #1 by Sophie Jordan
Once in a Full Moon Full Moon #1 by Ellen Schreiber
Matched #1 by Ally Condie

  
 Deadly Little Secret Touch #1 by Laurie Faria Stolarz
Faunblut by Nina Blazon
Nightshade #1 by Andrea Cremer

Capa revelada: City of Fallen Angels

- 0 comentários
Olá readers, como estão?
Estava no site do Mortal Instruments e vi que a capa do livro #4 City of Fallen Angels foi revelada. A alguns dias havia visitado o site e visto a capa com um ponto de interrogação e o fundo preto, apenas com o título, e esperei pra ver... Foi uma surpresa e tanto, porque não dava pra saber que ia ser revelado hoje.
Certo, a capa não me chamou muito a atenção, mas sei que a história é ótima tenho amigas fãs da série que me contaram *-*

Amor, sangue, traição e vingança - os riscos são maiores que nunca na Cidade dos Anjos Caidos. Simon Lewis esta tendo alguns problemas para se adaptar a sua nova vida como vampiro, principalmente agora que quase nunca vê sua amiga Clary que está presa no treinamento para ser Shadowhunter - e passar um tempo com seu novo namorado Jace. Sem falar que Simon não sabe muito bem como lidar com a pressão de não-inteiramente-namorando com duas garotas de uma vez. O que um vampiro Daylight amando pode fazer? Simon decide que precisa de um descanço e sai da cidade - apenas para descobrir que acontecimentos sinistros estão a segui-lo. Percebendo que a guerra que eles achavam que tinham ganho pode não ter acabado, Simon chama seus amigos Shadowhunter para salvar o dia - se é que podem colocar suas relações fragmentadas em espera o tempó suficiente para superar o desafio...
Sinopse do Skoob.

Capas divulgadas dos livros de Jennifer Echols

- 0 comentários
Pessoal, me desculpem pela falta de conteúdo no blog nesses últimos dias, mas é que eu estava resolvendo alguns probleminhas pessoais... Mas voltei à ativa e estarei postando aqui pra vocês diariamente, trazendo novidades do mundo editorial.


A Editora Pandorga irá lançar dois livros da Jennifer Echols, o lançamento está previsto para Janeiro de 2011 e, a capa é a mesma que foi lançada nos EUA, porém deram um tratamento diferente na imagem se você entrar no site oficial da autora vocês podem notar a diferença entre a capa americana e a capa brasileira. Eu gostei dos títulos em português, Como fui esquecer você e Longe Demais. Mas todo mundo sabe o que muitas editoras fazem, colocam nomes totalmente diferentes do original, o que não é legal.


Zoey sofre um acidente de carro e no dia seguinte, descobre que não consegue se lembrar de nada o que acontecera na noite anterior: teria ela ido para o estacionamento da praia com Brandon, como ela planejara? E, se tivesse, por que então parecia que Brandon a estava evitando? E por que Doug – entre todas as pessoas de repente agia como se algo signi cativo tivesse acontecido entre os dois? Zoey vagamente se lembrava de Doug tirando-a do meio das ferragens, mas ele continuava se referindo àquela noite como se algo mais tivesse acontecido, e Zoey cava aterrorizada só de pensar em admitir que tudo estava em branco em sua mente. A contida e meticulosa Zoey começou rapidamente, perder o controle sobre os detalhes mais importantes de sua vida – uma vida que parecia ausente de Brandon, e cheia de Doug.


Tudo o que Meg sempre quis foi fugir. Fugir do colégio. Fugir da sua pacata cidade. Fugir de seus pais, que pareciam determinados a mantê-la presa em uma vida sem futuro. Mas, em uma noite louca envolvendo trilhos de ferrovia proibidos e desafiadores, ela vai longe demais… e quase não consegue voltar. John escolheu ficar. Para impor o cumprimento das leis. Para servir e proteger. Ele desdenha a rebeldia infantil e quer ensinar a Meg uma lição que ela não esquecerá tão cedo. Mas Meg o leva ao limite ao questionar tudo o que ele aprendeu na academia de polícia. E quando ele a pressiona para saber por que ela não se prende a nada, a resposta os levará a um caminho sem volta…



Posso ser sincera? Gostei dos livros, a capa é linda! Eu não sei o dia exato do lançamento, mas como eu disse, está previsto para ser lançado em Janeiro, então vamos aguardar pra saber mais detalhes, qualquer coisa aviso aqui no blog.

Sleepless de Terri Clark

- 1 comentários
Pessoal, começou ontem o Desafio de Férias do Garota It, porém eu estava esperando o post no blog da Pâm pra adicionar o link da resenha e tal, mas nem vi, então estou postando hoje.
Eu já li o meu primeiro livro deste mês de Dezembro.

Sinopse:
Trinity Michaels de dezoito anos tem a habilidade de caminhar nos sonhos. É um poder que ela não quer, mas altera sua vida para sempre quando ela se torna incapaz de encontrar uma adolescente raptada antes de ela ser morta. Ela ajuda a policia a capturar o assassino Rafe Stevens, mas seu envolvimento faz dela um alvo.
Stevens apela para a insanidade e com uma atuação convincente ajudado por um advogado desprezível, consegue uma sentença em um instituto mental, onde um medico diabólico passa a fazer experiências nele. Agora Rafe escapou do hospital e ele esta atrás da Trinity. Como ela, ela agora também tem uma habilidade especial, uma que permite que ele persiga Trinity através dos sonhos. Se ele a matar enquanto ela dorme, ela ira morrer de verdade. Para sobreviver ela precisa encontrá-lo primeiro e a única pessoa disposta a ajudá-la é Dan Devlin, o filho desiludido do inescrupuloso advogado que conscientemente ajudou Rafe á fugir da acusação de assassinato. Ela poderá confiar sua segurança em Dan, sem mencionar seu coração?

Não queria começar a minha resenha um tanto negativa, mas não encontrei outra alternativa.
Eu desejei abandonar o livro várias vezes, as coisas aconteceram muito rápidas e o final bastante previsível. Eu esperava muito mais do livro. Ainda não li Wake da Lisa McMann, mas pela sinopse dá pra ver que ambos são semelhantes, não só pelo fato das protagonistas poder entrar nos sonhos de outras pessoas. Em Sleepless, Trinity pôde prever que Kiri seria morta, porém ela não chegou a tempo de poder salvá-la. O assassino é Rafe Stevens, o cara que foi dado como um esquizofrênico. Não posso falar muito do enredo do livro, porque eu logo soltarei spoiler. Não posso considerar esse livro um dos melhores, e acho que uma (nota 3), ele merece.
Nas horas que deveriam ter suspense, não senti esse clima e eu totalmente tentei me aprofundar na história e tentei ter um pouco dos personagens em mim, mas não deu certo. O Dan, dava pra ver as qualidades dele, mas a autora não fez ele para as leitoras se apaixonarem, como em muitos livros. Ele foi como um personagem comum, - sabe daqueles que quase não aparecem no livro? - então, dá uma sensação disso nele. Houve algumas perguntas que surgiram durante o livro que não tiveram respostas, como as ligações que Dan fazia, eu não sabia se o que ele disse pra Trinity era verdade ou mentira. Mas enfim, eu recomendaria para aqueles que querem ter uma experiência literária diferente, se alguém estiver disposto... E, o final do livro dá uma sensação que vem continuação por aí, mas eu realmente não sei. Se tiver uma continuação, pode ser que  a qualidade dele melhore.

Lançamento nos EUA: Matched - Ally Condie

- 0 comentários
Bom pessoal, tem um livro super aguardado nos EUA sendo lançado hoje, o Matched da Ally Condie.
Pra vocês verem o motivo que me levou a escrever este post falando respectivamente deste livros, vocês devem assistir a booktrailer.
O hotsite do livro está perfeito, vocês devem conferir. E ah, quem sabe ler em inglês, pode encomendar o seu livro na Book Depository, porque além deles terem frete grátis para vários países, você já vai garantir o seu. Mas também temos a Livraria Cultura, que está vendendo. Quem quiser garantir o seu...
E a Editora Objetiva vai publicar Matched, no início de 2011. A história é interessante e eu estou ABSOLUTAMENTE ansiosa por esse livro. Dizem também que este é o "novo" Crepúsculo, tanto é que a Paramount e a Disney estavam disputando os direitos, sendo que a Disney, foi a vencedora.
A capa é bastante chamativa e foi paixão à primeira vista.

Cassia sempre confiou na Sociedade para fazer as escolhas certas para ela: o que ler, o que assistir, no que acreditar. Então quando o rosto de Xanderaparece na tela durante sua cerimônia de Correspondência, Cassia sabe com toda certeza que ele é seu parceiro ideal… Até que ela vê o rosto de Ky Markham piscar por um instante antes que a tela fique preta.
A Sociedade diz a ela que é uma falha, um mal funcionamento raro e que ela deveria se focar na vida feliz que ela está destinada a ter com Xander. MasCassia não consegue parar de pensar em Ky, e conforme eles lentamente se apaixonam, Cassia começa a duvidar da infalibilidade da Sociedade e tem de encarar uma escolha impossível: Entre Xander e Ky, entre a única vida que ela conhece e um caminho que ninguém mais ousou trilhar.

Será que a capa Brasileira vai seguir a mesma tecnologia usada na capa americana? Porque me parece que o nome do livro é florescente, ou seja, brilha no escuro. Vocês podem conferir a postagem no site da autora.

A Menina Que Roubava Livros

- 0 comentários
Capa: 5/5
Enredo: 4/5
Narrativa: 5/5
Personagens: 5/5

O livro é i-n-e-s-q-u-e-c-í-v-e-l. Já havia lido o outro livro do autor, o Eu Sou O Mensageiro e confesso que foi um dos melhores livros que já li.
A Menina Que Roubava Livros é uma leitura super agradável e totalmente inspirador. Porém, no começo, como tudo era muito novo pra mim, estava um pouco difícil compreender, mas com o passar do tempo, tudo ficou compreensível. Outro ponto também foi que, eu não conseguia distinguir quem era quem, mas quando estava chegando ao meio do livro já conseguia apontar quem era quem. Minha nota para enredo foi 4 por conta disso e pelo fato do meu ódio pelo Hitler. Cara, ninguém merece alguém como ele, pessoas inocentes morreram na Segunda Guerra Mundial.
É difícil pra mim não soltar nenhum spoiler, porque a história é totalmente fascinante. O que mais me aborreceu foi o fato da Liesel não ter beijado o Rudy, tava torcendo tanto. Mas enfim, você se envolve na história e sempre quer saber o que vai acontecer, porque foi totalmente imprevisível, eu pensava que ia acontecer tal coisa, mas ocorreu outra.
Há outro personagem que eu amei no livro que foi o Max, o judeu. Ele foi importante na vida de Liesel e eu fiquei triste pelo o que houve com ele.
Eu recomendo esse livro. Adicionei-o na minha lista dos melhores livros que já li. Me tornei fã de Markus Zusak, o autor. Espero que num futuro bem próximo ele possa lançar um livro encantador quanto este e o Eu Sou o Mensageiro, porque certamente eu lere

Capa e sinopse de Dead Reckoning de Charlaine Harris

- 0 comentários
Bem no início do blog eu falei sobre o Dead Reckoning aqui e, tinha pegado a tradução do site Fantagsia Brasil. Mas hoje me deparei com a capa, este é 11º livro da Série Vampiros Sulinos ou Série Sookie Stackhouse, Dead Reckoning deverá ser lançado em maio de 2011 nos Estados Unidos pela Penguin USA, aqui no Brasil ainda estamos no 4º livro Procura-se um Vampiro, que deve ser lançado em Janeiro de 2011 pela Editora Benvirá.
O Dead Reckoning está em pré-venda na Livraria Cultura, quem já leu os livros anteriores e quiser já garantir o seu, só clicar aqui.

Com o seu talento para se meter em problemas, Sookie testemunha um ataque criminoso ao Merlotte's, o bar no qual trabalha. Desde que veio a tona que Sam Merlotte é um metamorfo, a suspeita recai imediatamente sobre os anti-metamorfos da região. Mas Sookie tem outros suspeitos, e trabalha junto com Sam para descobrir o culpado - e o real motivo pelo ataque.
Porém, sua atenção está dividida. Apesar de não "ler" vampiros, Sookie conhece muito bem tanto o seu namorado Eric Northman, quanto Pam, a "cria" dele, e percebe que eles estão conspirando para matar o vampiro que agora é seu mestre. Aos poucos, ela é atraída para o plano, que é bem mais complicado do que ela imagina. Metida no meio da política do mundo dos vampiros, Sookie irá descobrir que ela é um peão como qualquer outro ser humano, e que há uma nova Rainha no tabuleiro...

Vale a pena ler #2

- 0 comentários
Ontem (sexta) eu não pude postar o Vale A Pena Ler, portanto, hoje vou fazer e, claro, que tal indicar literatura nacional?

Traída de P.C Cast e Kristin Cast

- 0 comentários

Capa: 4/5
Enredo: 4/5
Narrativa: 5/5
Personagens: 5/5

Eu realmente me senti totalmente atraída pelo livro, porém não o suficiente para ler compulsivamente. A história é cativante e cada capítulo termina no seu auge, o que me faz continuar lendo.
Eu não esperava muito do livro, o livro seguiu à risca o que eu esperava, assim como o primeiro, o Marcada. Não posso falar muito do que acontece no livro, pois logo sairá spoiler.
Eu fiquei totalmente na expectativa pra saber quem seria capaz de trair Zoey, antes mesmo do final do livro, quando ocorreram algumas coisas, depois da Afrodite ter dito algo, eu fiquei em dúvida se era mesmo essa pessoa que trairia Zoey, me surpreendi no que acontece no final do livro, fiquei o livro todo esperando o traíra e somente no final tudo ficou claro. É incrível como Zoey consegue resolver tudo depois de invocar os elementos Terra, Fogo, Vento, Água e Espírito, quando ela se vê numa situação embaraçosa, basta invocar os elementos e pedir ajuda.
Nesse livro eu senti um tanto de pena da Zoey, o que aconteceu com ela quase me fez chorar, realmente, eu não sou muito de chorar, mas eu senti uma vontade enorme depois do que houve. Só não chorei porque hesitei, estava dentro da sala de aula, como chorar com um tanto de gente me olhando? Tive que guardar as emoções pra mais tarde.
Eu recomendaria o livro, mas não seria aquela super recomendação, teria um porém, se a pessoa gosta de livros de vampiros com uma pitada de magia, eu poderia recomendar. Mesmo esse livro sendo um tanto fraco, eu me sinto interessada em acompanhar a série, porque no fim do livro, realmente me deixou curiosa e claro com uma pitada de curiosidade eu me sinto a vontade com os personagens.

Relações de Sangue de Martha Argel

- 0 comentários
Faz muito tempo que eu queria postar aqui no blog a resenha que eu fiz pra Relações de Sangue, mas hoje, estava eu vasculhando o meu computador em busca de alguns arquivos e de repente encontrei a resenha feitinha, ótimo! Agora vou postar pra vocês!

Relações de Sangue apresenta uma leitura agradável e de fácil compreensão, é aquele tipo de livro que chama a atenção do leitor fazendo-o não parar de ler, e só larga o livro quando é o final do livro. Isso foi o que aconteceu comigo, houve um momento que eu estava exausta e precisava dormir, e então deixei o livro de lado e fui descançar. Deu 7 horas da manhã e eu simplesmente acordei, havia sonhado com o que tinha lido no livro durante a madrugada, o que despertou uma vontade enorme de ler. Só sosseguei e voltei a dormir quando havia terminado a leitura.

Adorei a ideia da "profissão" de Daniel, e Martha Argel fez um bom aproveito do enredo. Não posso dizer que este livro é um dos melhores que eu li, mas faz parte dos bons livros da literatura moderna nacional. A parte mais emocionante do livro foi quando começou a luta no apartamento de Clara, e eu ficava ali totalmente eufórica sem saber como agir, era como se eu estivesse no meio deles, incorporada na Clara.

Vale a pena ler #1

- 0 comentários
Todas as sextas irei reunir alguns livros que valem a pena ler, de forma que se você não tiver nada pra ler, você pode aproveitar essa lista. Informando que acrescentarei tanto livros que já foram traduzidos, quanto em seu idioma original. Veja abaixo os indicados dessa semana (Literatura Estrangeira em seu idioma original):
• Early to Death, Early to Rise #02, Kim Harrison •

• Radiance #01, Alyson Noël •
• A Blue So Dark, Holly Schindler •
• Forgive My Fins #01, Tera Lynn Childs •
• Before I Fall, Lauren Oliver •
• Stupid Cupid #01, Rhonda Stapleton •
• Paranormalcy, Kiersten White •
E então pessoal, o que acharam desses títulos? Esse post foi mesmo para divulgar o que está sendo lido lá fora. As capas são de arrasar, né?

Jogos Vorazes de Suzanne Collins

- 0 comentários
Muita gente vem comentado deste novo lançamento da Editora Rocco. Jogos Vorazes parece-me surpreendente, algumas pessoas disseram adorar, entre elas grandes autores como Stephen King e Rick Riordan. Confira o book trailer.


Nome: Jogos Vorazes
Autor: Suzanne Collins
Editora: Rocco
400 páginas


Mistura de ficção científica com mitologia e reality show, Jogos Vorazes é o mais novo fenômeno da literatura jovem, precursor de tendência no milionário mercado de best-sellers juvenis: a dos romances ambientados num futuro pós-apocalíptico.Há mais de 85 semanas na lista de mais vendidos do The New York Times e de outras publicações de prestígio dos EUA, e elogiado por Rick Riordan (Percy Jackson e Os Olimpianos), e Stephenie Meyer (Crepúsculo), o livro, primeiro volume de uma trilogia, render à autora Suzanne Collins lugar na badalada lista de 100 personalidades mais influentes do ano na revista Time.
Ambientado num futuro sombrio, o livro narra uma luta mortal pela sobreviência encenada por crianças e transmitida ao vivo para todos os habitantes de uma nação construída nas ruínas de um lugar anteriormente conhecido como Estados Unidos.
Com este mote surpreendente e uma narrativa ágil, Jogos Vorazes foi traduzido para mais de 30 idiomas e vem se tornando um crossover, atraindo leitores de diversas faixas etárias.

Este livro vale a pena ler. Com certeza.Quer dar uma espiadinha? Clique aqui. Quer comprar? Garanto que vale a pena, então clique aqui.

Marcada de P.C. e Kristin Cast

- 0 comentários

Zoey Redbird era popular, tinha tudo o que uma adolescente sempre queria, um namorado lindo que jogava no time da escola, uma ótima amiga, mas com o tempo tudo vem se desfazendo. Seu namorado começa a beber, quando ela foi Marcada, assim que foi para casa e avisou sua mãe, tudo virou uma grande confusão. O padrasto perdedor de Zoey chamou as pessoas de fé, mas Zoey fugiu - felizmente. Procurando a sua avó, Zoey acaba tropeçando e depois de estar inconsciente ela se vê deitada. Ela escuta alguém a chamar e assim ela segue a voz, ao encontrar com a dona da voz, depara-se com Nyx, a responsável por marcá-la. Depois de se mudar para a House Of Night (Morada da Noite), Zoey com a sua Marca mais avançada que os calouros, se sente como uma aberração com todos a olhando. O tempo passa e ela se torna uma Filha Negra, com Afrodite como líder. Depois da morte de dois calouros e, depois de saber com quem está lidando ela pede a ajuda da Deusa Nyx para que a guie e faça o melhor. Assim que Zoey vai para o segundo ritual, seu ex-namorado Heath aparece e, Afrodite havia invocado alguns espíritos - e por falta de experiência, atraiu espíritos malignos -, assim, Zoey tenta mudar a situação.
Não há muitos defeitos, só achei que foram muitos rituais para um livro só, mas isso não impede ou faça que a história seja monótona, pelo ao contrário acabei amando. Outra coisa que eu achei um defeito, foi a Afrodite, quem suporta uma garota daquele tipo?
Sem nenhuma Afrodite, todos seremo felizes. O livro é surpreendente e, eu sempre navegava pela web e via na Livraria Cultura ou na Saraiva. Mas até chegou um dia que eu disse "Vamos ver o que este livro tem de tão interessante". E aqui estou eu, resenhando. Não posso dizer que virei uma fã lunática, mas a história realmente é surpreendente.
P.C Cast e Kristin Cast realmente fizeram um ótimo trabalho. A fácil leitura, o poder de prender o leitor desde a primeira página, tudo isso é importante para que uma história tenha êxito.